//
you're reading...
Uncategorized

‘We Have to Resist’: A Conversation with Rebecca Solnit — Longreads

DEPOIS DO ‘OCUPY WALL STREET’ EM SEATLE 1999 O QUE ESPERAR ?
Há publicada “(…) uma grande lista de maneiras de sobreviver a um regime autoritário. Uma era, essencialmente, não se render antecipadamente e não deixar o medo limitar o exercício de seus direitos. Então Taj e eu estamos realmente tentando levar as pessoas a se envolver neste momento apaixonado, um momento que não é uma revolta, mas um momento de extraordinário compromisso. (…) O tipo de esperança de ativista em que acredito é que, embora não saibamos o que vai acontecer, essa incerteza ainda signifique que há motivos para intervir mesmo sem ter certeza do resultado.(…) Portanto, a esperança para mim significa acreditar que vale a pena fazer alguma coisa, mesmo quando nada é óbvio. Você olha para as grandes campanhas de direitos civis: o fim do apartheid, o Keystone Pipeline, a igualdade de casamento, tantas outras coisas, e você vê pessoas perseguindo essas coisas quando não parece provável e não parece fácil. Quero que as pessoas se lembrem de que a esperança é olhar para o futuro, mas o que eu acho que o fortalece é o passado, o que nos mostra que às vezes ganhamos.(…)”
FONTE:
Timothy Snyder issued a great list of ways to survive an authoritarian regime.One was, essentially, don’t surrender in advance and don’t let fear limit your exercise of your rights and your powers. (…) The kind of activist hope I believe in is that, although we don’t know what will happen, that uncertainty still means there’s grounds for intervening even without being sure of the outcome. (…) So hope for me means believing that it’s worth doing something, even when nothing is obvious. You look at the great campaigns of civil rights: the end of apartheid, the Keystone Pipeline, marriage equality, so many other things, and you see people pursuing these things when it doesn’t seem likely and it doesn’t seem easy. I want people to remember that hope is about looking towards the future, but what I think strengthens it is the past, which shows us that sometimes we win. (…)

The difference between hope and optimism, and the dangers of activism without a plan.

via ‘We Have to Resist’: A Conversation with Rebecca Solnit — Longreads

Advertisements

About nilsonbsnunes

Neófito na arte de pensar a metodologia econômica, prefiro a ausculta auspiciosa aos delírios da razão pura. Bacharel em Economia, penso que é necessário negar à Administração Pública o quê somente à iniciativa particular tem o auspício em deliberar e decidir.

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: